9/18/2013

Entrevista com a escritora Keila Gon

Finalmente pude realizar a primeira entrevista do blog e nada mais justo do que fazer isso com a escritora Keila Gon, na qual contribuiu comigo no decorrer de nossa parceria. Nesta entrevista Keila falará um pouco sobre como veio a inspiração para escrever Cores de Outono e como foi suas dificuldades depois que o livro foi lançado. Ela também contará sobre suas influencias literárias e sobre Sombras da Primavera, seu próximo lançamento.
Confira a entrevista na integra:

CL: Algumas pessoas demoram para descobrir o dom da escrita ou simplesmente não levam muito a sério. Eu gostaria de saber em que momento você percebeu esse dom, e quando decidiu levar a sério?

Keila Gon: Entender... acho que é isso. Quando entendi que podia escrever, foi uma surpresa! Nunca imaginei que poderia escrever um livro. Sério. Sempre gostei de ler, muito! Mas nunca sentei para escrever... e CORES foi minha primeira aventura no mundo das letras.  Decidi levá-lo a sério no momento em que minha irmã leu... e ficou olhando para minha cara... tipo... “Onde você copiou isso? Foi você mesmo que escreveu?” Mas é parente... e irmã apoia irmã. Mas quando outras pessoas deram o mesmo feed back... ai entendi que era possível publicar a história.

CL:  Infelizmente a carreira de escritor não é tão valorizada aqui no Brasil, e por isso nem todos os escritores tem o apoio necessário para continuar. Como foi a reação da sua família e amigos quando você decidiu publicar um livro?

Keila Gon: Não vou negar... muita gente te olha com aquele olhar de “boa sorte”, mas minha família apoiou sim, torceram por CORES e apoiam... até hoje.

CL: Creio que quando decidiu publicar “Cores de Outono” você se preparou para qualquer tipo de opinião que viesse pela frente. Como você lida com as críticas negativas, você apenas ignora ou as usam para melhorar algo?

Keila Gon: Acho que o gosto literário algo muito pessoal. Eu não gosto de drama, por exemplo... tem gente que adora. Gosto de romance, tem gente que não curte... Não me incomodo. Fico triste quando percebo que a pessoa está falando sem ler. E dá para saber. Principalmente quando as justificativas são o oposto da história do livro... GENTE eu conheço os personagens!  Ahahhahahhahhah Por isso não ligo não. Mas quando a crítica é construtiva, fala de como posso melhorar a história, do que faltou ou do que exagerou aí é legal... Recebo muitos recados e emails sobre isso e respondo  com muito prazer. Agradecendo e tudo mais. Claro! Critica inteligente ajuda a melhorar! SEMPRE!

CL: Na literatura, o gênero Fantasia está em alta aqui no Brasil e muitos autores estão se destacando por escrever livros assim. Você acha que, de alguma forma, isso ajudou no sucesso de “Cores de Outono”?

Keila Gon: Acho que CORES chegou  no momento de expansão da literatura nacional. Tem muitos autores ÓTIMOS no mercado... Eduardo Spohr, André Vianco e muitos outros...  eles incentivam novos autores. Mostrando que é possível ficção nacional, SIM!

CL: Existe algo que te deixa inspirada para escrever?

Keila Gon: MUSICA! E belas paisagens, cidade ou montanha... adoro as montanhas... ahhhh.

CL: Sobre “Cores de Outono”, existe algum fato que te inspirou a escrevê-lo ou a ideia simplesmente veio? E como foi o processo de criação?

Keila Gon: Eu estava em uma viagem e fiquei presa. Longe da minha filha por mais de 10 dias ( gente, eu não fiquei  “presa”, foi um vulcão que  entrou em erupção e fechou os voos... faz uns três anos) E a distância, a impotência... fiquei vendo pessoas muito diferentes, pensando em quanto à cultura de um país pode influenciar a personalidade de alguém... Quando voltei, fiz algumas outras viagens, principalmente para uma cidade perto da minha casa, na montanha. E algumas coisas foram se encaixando nestas impressões... o contato com a natureza que sempre esteve presente em minha família, somando os causos(lá de Minas) de quando era criança. Mais algumas inspirações de pessoas (minha irmã), filmes (A Bela e a Fera), livros que deixaram marcas profundas ( Orgulho e preconceito, Cinco minutos, O fantasma da ópera)... E Música... ahhhh Não tem como explicar. É mais ou menos assim: quando a gente ouve uma música que mexe com o coração, ativa um botão... tipo ON ...sabe? E isso atiçou a vontade de sentar e colocar a emoção no papel. Daí em diante, as páginas cresceram cresceram... hoje ainda visito a montanha com frequência, tenho boas memórias “daquela” viagem, e uso a música como ferramenta de trabalho.

CL: Sabemos que alguns autores usam sua própria personalidade para construir seu personagem. Seguindo esta ideia, eu gostaria de saber se a personagem Melissa possui alguma característica sua?

Keila Gon: Todos possuem. Inclusive ela... coitada, acho que herdou a teimosia e o gosto musical!

CL: Vincent é um personagem misterioso e muito sedutor. Você se inspirou em alguém para cria–lo?

Keila Gon: Ahhhh Claro. Vincent é a memória, o presente e a imaginação. Uma boa compilação eu acho ahahhahahha. Mas fui influenciada principalmente pela Fera ( A Bela e a Fera), Mr. Darcy (Orgulho e preconceito), e Éric ( O Fantasma da òpera)... Eles foram a base do BAD BOY de olhos turquesa. Fortes e vulneráveis, ao mesmo tempo. E claro... a muita inspiração de homens reais, SIM.

CL: Não é fácil escrever um livro e ser bem reconhecido pelo seu trabalho. Você pode nos dizer quais foram as suas dificuldades depois de publicar “Cores de Outono” e que dica você poderia dar para os aspirantes a escritor (a)?

Keila Gon: PUBLICIDADE. Dá muito trabalho. Fato que levei mais de seis meses para acabar SOMBRAS da primavera, a sequência de CORES. Na verdade estou lutando com o capítulo final ahahhaha.
Um conselho? Não desistam. A teimosia é a melhor amiga de um escritor iniciante. Leiam sua história com olhos de leitor, e ... revisões... nunca são demais. JURO.

CL: Quais são suas influencias literárias? E como podemos encontrá–las na sua obra?

Keila Gon: O romance adocicado de José de Alencar, a protagonista que amamos e odiamos de Janne Austen, o mocinho atormentado de Gaston Loreux... a mensagem por trás do romance de Jeanne Le Prince Beaumont, o mistérios de Sir Arthur Conan Doyle... o detalheismo de Frances Mayes... Uh tem muita coisa ahahhahah

CL: O que podemos esperar de Sombras da Primavera? E quando ele chega às livrarias, já existe uma previsão?

Keila Gon: Em breve... Sei que é vago, mas os detalhes me fazem ir e vir na história muitas vezes. E mudar capítulos. Mas estou mergulhada nele, fiquem tranquilos... A louça está acumulando na pia, filha e marido já encontraram o caminho da secadora e sabem discar para o DELIVERY. Assim, espero acabar logo e ter notícias em breve! JURO QUE O BREVE SERÁ BREVE !!!
Mas pra ficar um gostinho...
Bom... Vocês já viram o primeiro capítulo de “Sombras” no final de “Cores”, mas deixei um gostinho do terceiro capítulo no blog do livro... http://coresdeoutonokeilagon.blogspot.com.br/p/sombras-da-primavera-sequencia-de-cores.html Espero que gostem!!

CL: Gostaria de agradecer imensamente pelo tempo em que você dedicou respondendo estas perguntas e desejar muito mais sucesso nesta sua jornada, você merece! Para finalizar, deixe aqui uma mensagem para os leitores e fãs de “Cores de Outono”.

Keila Gon: “Cores de outono” é uma porta mágica para o mundo da imaginação. Dentro dele vocês encontrarão a fantasia que mora no coração, sonhos esquecidos, aventuras emocionantes e espero que terminem o passeio com sorrisos no rosto. Convido todos a visitar esse lugar... sorrir, ser feliz e deixar a magia encantar!
Eu que agradeço!
Adorei responder suas perguntas BRUNA!!!!
Mil Beijos de coração!

Leia a resenha de Cores de Outono AQUI.

18 comentários:

  1. Nossa sou FÃ de Cores da Keila uma pessoa simpática e iluminada, realmente ter o dom para escrever é a coisa mais linda, quem tem deve usar isso sempre, deixa a mente fluir e criar coisas maravilhosas e propagar a todos!!!
    Sucesso para vcs amigas!
    bjs
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  2. Ela é muito linda, virei fã! *-*

    http://senhoritapriscila.blogspot.com
    Curti a fan page? (www)
    @priscilafrr,
    beijo.

    ResponderExcluir
  3. Amei a entrevista, e conhecer um pouco mais da Keila haaha *--*

    Beijos
    Thaynara
    Livros com Bolinhos

    ResponderExcluir
  4. Bem legal a entrevista. Realmente acho que a maioria dos escritores passam por essa situação de ninguém acreditar que a pessoa quer levar mesmo aquilo a sério. A sorte dela é que teve família pra apoiar. No meu caso, isso demorou um pouquinho para acontecer rs.
    Espero poder ler em breve Cores de Outono. A entrevista ficou ótima!

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ótima entrevista. Ainda não li Cores de Outono mas quero muito ler. O próximo é da primavera e o Inverno? hehehehhe

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ohhhh BEIJOSSSSS BRUNA!
    Eu adorei suas perguntas, MESMO! Muito diferente das que normalmente recebo... PARABÈNS!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Sucesso para o blog e muitos livros na estante!
    BEIJOS
    Keila Gon

    ResponderExcluir
  7. Adorei conhecer um pouquinho mais das ideias da Keila.
    Ainda não li Cores de Outono, mas tenho lido várias opiniões positivas sobre
    ele.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  8. Achei muito legal, ela é um amor de pessoa!!!
    Beijos ;*
    Clicando Livros

    ResponderExcluir
  9. OI amo o livro dela, e ela em sim é muito querida!!!
    Adorei entrevista!!!

    Bjs, me segue por favor se ja segue ignore!E comenta por favor nesta resenha ajudaria muito.
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2013/09/a-linhagem.html

    ResponderExcluir
  10. Olá.
    Eu adorei saber mais da Keila ♥
    Todos falam do livro dela,dela mesma e eu já conversei com ela e realmente ela é um amor,Keila não me esqueci rsrs logo leio seu livro mas estou com uma pilha aqui kkkk
    Bom,adorei saber mais dela e gente eu amo montanhas(tem perto de onde moro )só não é tão bonita rsrs.

    Beijos

    Tamires C.
    http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Que legal a entrevista, adorei saber um pouco mais sobre ela... e o livro dela deve ser muito bom! *-*

    Bjs
    de-livro-em-livro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Ótima entrevista, Bruna! :D
    Virei parceira da Keila a pouco tempo, e já nos emails trocados dá para perceber que é uma pessoa muito simpática e atenciosa. Em breve terá resenha de Cores de Outono lá no meu cantinho também haha'

    Bjs,
    Blog Geek & Pop

    ResponderExcluir
  13. Hey
    Adorei a entrevista, e desejo muito sucesso pra ela e a série.
    Música é incrível, sempre inspiração para todos os momentos e casos.
    Acho que entre Romance e Fantasia, sempre vou preferir o romance.
    As fantasias, na maioria das vezes, não me identifico.. às vezes acho infantil.

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  14. Puxa a entrevista ficou super legal mesmo* adorei ela

    Abraços do Fábio
    http://fabiolucas92.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Acho a Keila um amor de pessoa, ela é super legal com os leitores de Cores e super atenciosa. Sem falar que o livro é incrível né? Aguardo ansiosa por Sombras. Amei a entrevista.

    Beijos e um ótimo fim de semana!
    biblioteca-de-resenhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Tem como não amar Keila Gon??? NÃO!!!

    Adoro ela e através dessas perguntas - muito bem feita, aliás - a gente percebe o quanto é uma pessoa - e escritora - incrível!!!!

    Eu fiquei impressionado quando li Cores de Outono. Tenho certeza que foi uma das melhores leituras do ano.

    Depois passa no meu cantinho, tá. :3

    Adorei mesmo sua entrevista, foi bem diferente das que eu já li.

    Uma dose de palavras.
    http://uma-dose-de-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Adoro a Keila, super linda e talentosa, além de simpática.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  18. Amei a entrevista com a Keila, ela é uma fofa.
    Já li o livro dela é amei e estou ansiosa pela continuação.
    Beijos

    Jéssica - Leitora Sempre
    http://www.leitorasempre.com/

    ResponderExcluir