4/02/2013

Resenha: Lola e o Garoto da Casa ao Lado

Titulo: Lola e o Garoto da Casa ao Lado
Autora: Stephanie Perkins
Editora Novo Conceito
Paginas: 288
Onde Comprar: Saraiva

Sinopse: A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda... ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro.
Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.

Resenha: Lola e o Garoto da Casa ao Lado é um livro super fácil de ler e foi o primeiro livro que li da autora Stephanie Perkins. Apesar de não ter lido muitas resenhas sobre ele, as que eu li foram bem positivas e verdadeiras. Esse livro é incrível.

Lola é uma adolescente descolada e que sonha em ser uma grande designer de roupa. Ela mora em São Francisco com seus pais, Nathan e Andy Nolan. Apesar de ter pais gays, o livro não discute nenhum tipo de drama por causa disso. 
Lola namora um roqueiro chamado Max, um cara totalmente sem regras e rebelde, e um de seus maiores desejos é que seus pais aceitem o namorado e aprovem seu namoro.

Tudo está muito perfeito, quando algo que ela mais temia acontece, seus antigos vizinhos voltam a morar na casa ao lado da sua. Os irmãos gêmeos Calliope e Cricket Bell eram seus melhores amigos, até que tudo acaba graças a um desentendimento provocado pela Calliope, a gêmea "má".

Cricket, é um personagem romântico, inteligente, corajoso e cheio de ideias. Ao contrario de sua irmã, que apesar de ser muito talentosa na patinação artística, ela é uma pessoa egoísta e maldosa.

Essa volta dos gêmeos  trará de volta muitas coisas que Lola fez de tudo para esquecer, e uma delas é o sentimento de carinho que ela sente por Cricket. Ele tentará uma reaproximação e apesar de Lola tentar se afastar e ignora-lo, ela não vai conseguir tira-lo tão facilmente de sua cabeça. Ela ainda o ama, mas não pode deixar tudo isso ir longe demais, já que ela é uma pessoa comprometida.

Max, o namorado de Lola, será um dos grandes empecilhos para que o amor entre ela e Cricket aconteça. Ele sempre estará questionando a amizade deles, assim mostrando o seu lado ciumento e inseguro.

Lola tem uma escolha a fazer, será que ela dará mais uma chance ao seu primeiro amor ou vai continuar com uma vida sem compromissos ao lado de Max?

Este livro discute as varias formas de amar, discute problemas familiares, expõe valores e amizades. Perkins  foi espetacular em sua escrita, e de uma maneira simples ela faz com que nos apaixonemos por cada detalhe do livro. 
A unica coisa contra, foi que eu queria mais um pouco de Cricket e Lola antes que acabasse.

Eu realmente amei tudo neste livro, inclusive a capa, que tem muito a dizer sobre a história, você vai conseguir perceber isso depois que ler.

Não tive nenhum momento cansativo, consegui ler tudo muito facilmente. Vale lembrar de que os personagens Anna e St. Clair, são os personagens do livro "Anna e o Beijo Francês". Eles sempre vão estar dando uma passadinha na história, e serão uns dos amigos de Lola e Cricket.

Vale a pena ler esse livro, eu super recomendo, é praticamente impossível não se apaixonar por Lola e o Garoto da Casa ao Lado!!!

-Bruna Alves

3 comentários:

  1. Sabiaa que esse livro não rolou pra mim?
    Gostei mais das críticas que ele possui nas entrelinhas do que a história realmente do livro.

    beijos.
    clicandolivros

    ResponderExcluir
  2. Oie Bruna!
    Sua resenha ficou ótima.
    Ainda não li nenhum livro da Stephanie Perkins, por isso quero começar com Anna e o Beijo Francês. Já que nesse contém spoilers sobre o outro né?

    Beijos flor!
    http://geek-pop.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Falam muito bem da autora, mas admito que nem esse nem Ana realmente me chama a atenção para ler, apesar de eu imaginar que seja uma leitura divertida, não consigo me ver lendo, sabe?!

    Té mais...
    http://bmelo42.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir