3/24/2017

Resenha: O Pagador de Promessas

O Pagador de Promessas é um livro que pode mexer com o emocional, não só por causa da história em geral, mas também pela forma como são retratados os personagens. Dias Gomes conseguiu através dessa peça colocar na mesa o reflexo da sociedade e de como ela pode ser destrutiva, com ou sem intenção.
Imagem: Bruna Domingos
Titulo: O Pagador de Promessas
Autor: Dias Gomes
Editora Bertrand Brasil
Páginas: 173
51ª edição

Zé do Burro, um homem trabalhador, honesto, de bom coração, fiel na sua religião e na palavra. Ele tem uma missão e não há nada que o faça mudar de ideia, nem mesmo os claros sinais de como tudo isso pode acabar. 

Zé andou sessenta léguas com uma cruz nas costas para salvar seu melhor amigo, sua promessa era levar a pesada cruz até uma igreja de Santa Barbara se o milagre que tanto desejava acontecesse. 

Pois bem, quem era seu melhor amigo? Nicolau.

“O senhor não conhece Nicolau, por isso… é um burro com alma de gente”
Nicolau, o burro, sofreu um grave acidente durante um temporal e não estava conseguindo se recuperar, foi então que Zé fez uma promessa a Iansã, orixá dos ventos, dos raios e tempestades. Se a santa curasse o amigo, Zé carregaria uma cruz até uma igreja de Santa Barbara e entregaria no altar. 

Mas a promessa é para Iansã, e a entrega é em uma igreja de Santa Barbara? O que tem a ver? É simples, na época da escravidão algumas regiões brasileiras receberam influências de cultos africanos. Por conta da intolerância religiosa dos senhores, os escravos cultuavam seus santos nagôs utilizando os nomes dos santos católicos. Oxalá, por exemplo, foi nomeado como Senhor do Bonfim, Oxasse é São Jorge, Iansã recebeu o nome de Santa Barbara, e por aí vai. 

No cenário de uma Bahia colonial, Zé juntamente com Rosa, sua mulher, encontram a velha igreja para cumprir a promessa. Mas não será fácil, o principal empecilho é o fato de Zé ter feito sua promessa num culto de Iansã no candomblé, o poder religioso não só vai oprimir nosso personagem como o deixará mentalmente abatido.

Padre Olavo, personagem que deveria acolher, é quem mais prejudica o pobre fiel por conta da intolerância religiosa. Ele não aceita que Iansã e Santa Barbara sejam as mesmas, e alega que Zé precisa se arrepender do pecado de suas "práticas satânicas" para poder entrar na igreja com a cruz. 

Rosa, a esposa, também mostra caráter duvidoso em várias ocasiões, causando ainda mais angústia em Zé do Burro. Quando toda cidade fica sabendo da história, as coisas começam a desandar mais e mais. É aí que vemos um belo exemplo de como, indiretamente, as pessoas ao nosso redor podem contribuir para deixar  péssima uma situação ruim.

Rosa não defendeu o marido como deveria, Padre Olavo não acolheu como deveria, o Repórter não ouviu como deveria, Bonitão, personagem de má índole, não agiu honestamente como deveria, nenhum personagem entendeu a situação como deveria.

O Pagador de Promessas mostra como a realidade pode ser esmagadora, e nos lembra que todo santo dia temos um Padre Olavo para enfrentar, uma sociedade preconceituosa e sem empatia. As pessoas precisam respeitar mais e aceitar a crença, orientação e escolha do próximo.

Bruna Domingos

3/09/2017

5 dicas para escrever melhor

É um pouco desesperador quando temos que escrever e não temos ideia de como começar ou se estamos fazendo de forma correta. Por isso separamos pequenas dicas que podem te auxiliar na hora de montar seu próximo texto. Confira:



1. Leia muito e de tudo
Esta é a dica que mais se ouve quando estamos procurando formas de escrever melhor, mas é porque esta é infalível. Leia de tudo, livros, revistas, jornais, blogs, livros didáticos, etc. Varie seu estilo, procure estilos diferentes de leitura. Além de aprender mais, isso vai te inspirar.

2. Escreva sobre o que tiver vontade
Separe um tempinho para escrever sem compromisso algum. Uma das formas mais legais de fazer isso é criando um diário, onde dá pra escrever sobre o seu dia ou sobre seus pensamentos. Mas se você for o tipo de pessoa que não tem paciência pra ficar atualizando diário, separe um caderninho pra escrever sobre as coisas que gosta e criar historinhas.

3. Não caia no tédio, seja simples
Foi-se o tempo em que palavras difíceis deixavam o texto mais bonito, hoje em dia com as formas rápidas de comunicação, as pessoas não tem mais tanta paciência para ficar interpretando textos difíceis. Então seja simples e objetivo, seu texto ficará mais interessante.

4. Escreva corretamente na internet
Apesar de não ter muito compromisso com a forma certa de escrever quando se está na internet, é bom sempre tentar escrever corretamente. Isso pode refletir quando você for montar alguma redação ou qualquer outro texto. Cuidado com as abreviações, algumas coisas não tem necessidade de serem abreviadas.

5. Exercite a pontuação e acentuação
Saber colocar as vírgulas e pontos nos lugares certos é essencial para que a leitura do texto seja fluída. Preste bem atenção na acentuação, a falta de acentos pode prejudicar toda a estrutura de um texto, por isso treine bastante e sempre revise o que escreveu antes de dar como finalizado.

Bruna Domingos
Também dei essas dicas no blog PlusOne

3/08/2017

Dia Internacional da Mulher 2017 - Personagens Marcantes

Os últimos anos tem sido extremamente importante para as mulheres. O protagonismo feminino vem trazendo excelentes personagens, séries como Jessica Jones, Supergirl e filmes como Mulher Maravilha (que estreará esse ano em Junho).

Em homenagem ao Dia Internacional das Mulheres, escolhi personagens que fizeram a diferença e tem um espaço especial no meu coração. 

Quando fiz essa lista fui lembrando de várias personagens e vi que esse post ficaria gigante, mas colocarei aqui MENÇÃO HONROSA: Jessica Jones (amo a personalidade dela), Sydney Bristow (Alias), Jyn Erso (Star Wars: Rogue One), Leia (Star Wars), Rey (Star Wars), Kate Beckett (Castle), Kate Austen (Lost), Miranda (Mass Effect), Jennifer Scott (Power Rangers Força do Tempo), Emily Thorne (Revenge), Sasha Cooper (The Last Ship), Robin Scherbatzky (How I Met Your Mother), Teresa Lisbon (The Mentalist), Dana Scully (Arquivo X) e Elena Fisher (Uncharted)).

Não existe um ranking de melhor ou pior, ok? Vamos lá!


Kahlan Amnell
http://vignette3.wikia.nocookie.net/legend-of-the-seeker/images/7/71/Kahlan.jpg/revision/latest?cb=20130106142443&path-prefix=de
A personagem da série "A Espada da Verdade" de Terry Goodkind e na adaptação Legend Of The Seeker merece um super destaque na nossa homenagem. Kahlan é tão importante para a estória que o livro poderia ser escrito inteiramente apenas com ela, sem a presença de nenhum outro personagem.
É poder demais!


Lois Lane
http://img1.wikia.nocookie.net/__cb20131127223735/marvel_dc/images/3/36/Lois_Lane_A_Celebration_of_75_Years_Textless.jpg
A mulher que deixou O Homem de Aço aos seus pés e é minha personagem favorita dos quadrinhos não poderia ficar de fora da nossa homenagem. No começo ela era a garota sempre salva pelo Superman, mas com o avançar dos anos vemos uma evolução na personagem e é apresentado uma mulher forte que acredita em seus ideais e luta por eles.


Sara Sidle
 É quase impossível falar de mulheres destaques sem lembrar da personagem Sara Sidle do seriado CSI. A jovem que tinha problemas ao presenciar violência doméstica, apaixonada pelo seu chefe e literalmente dona de si mesmo não poderia ficar sem destaque. Para quem acompanha ou acompanhou a série gostando ou não da personagem, sabe que Sara passou por muitos problemas em sua vida desde a infância e que ela passou por cima de tudo para mostrar que é uma mulher de verdade.


Hermione Granger
http://img3.wikia.nocookie.net/__cb20120413221757/harrypotter/images/0/0a/Hermione_Granger_OOTP_promo_f_1.jpg
Sem ela nosso amado protagonista Harry Potter e seu amigo Rony Weasley jamais teriam conseguido ganhar de Voldemort ou ir bem nas provas de Hogwarts. Da garotinha estranha que gostava de estudar para uma mulher espetacular com certeza Hermione é uma verdadeira heroína para o mundo literário.


Mafalda
 http://www.radioagricultura.cl/wp-content/uploads/2014/09/24711_main_full.jpg?ed8be9
A garotinha que adora questionar tudo e traz em todas suas estórias questões para refletir. Certamente ela mudou o modo de pensar de várias gerações e ainda continua fazendo de sua curiosidade inocente a fonte de nosso questionamento sobre o mundo.


Jill Valentine
 http://projectumbrella.net/files/imagecache/preview/uirf.jpg
A primeira protagonista da série Resident Evil entra como uma guerreira que sobreviveu à um ataque zumbi e ainda salvou seu parceiro de um ataque do Wesker. Mestre das fechaduras, Jill entra na nossa lista com louvor.


Kaname Chidori
 http://static.comicvine.com/uploads/original/10/101827/2124036-full_metal_panic_kaname_chidori_costume_ver_01_4_05.jpg
Do mangá e anime Full Metal Panic, Kaname Chidori é apenas uma adolescente, mas sua força e coragem são o destaque da personagem. Ela não é a donzela em perigo, quando o perigo chega Kaname já está com os punhos preparados para se defender.


Jean Grey 
 http://i.annihil.us/u/prod/marvel//universe3zx/images/6/6a/JeanGrey442.jpg
A fênix da Marvel é telepata e tem poderes telecinéticos. A personagem mais forte do X-Men deixou sua marca nos quadrinhos como uma saga inteirinha sobre ela e controle de seus poderes que poderia acabar com qualquer herói.


Monica Geller
 http://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/d/d0/Courteney_Cox_as_Monica_Geller.jpg 
Compulsiva por limpeza, ótima cozinheira. A garota gorda que emagreceu e temos Monica Geller.
A personagem icônica de Friends trouxe em sua bagagem uma grande mulher que luta pelos seus objetivos, constrói uma família, ama seu irmão e uma excelente amiga. Precisa de mais alguma coisa?


Mônica
 http://bibliotecadesaopaulo.org.br/wp-content/uploads/2013/01/Foto-da-monica1.jpg 
A garota mais forte do mundo e que vive as maiores aventuras no bairro do Limoeiro não poderia ficar de fora. Forte e doce na medidade certa, Monica é a personagem que fez parte da nossa infância e leva aqui o final da nossa homenagem.  
  

2/22/2017

Análise do epísódio White Bear, de Black Mirror


O episódio se inicia dentro de um quarto com uma mulher acordando sentada em uma cadeira. Sua aparência é cansada, ela demonstra estar confusa, sem se lembrar da própria identidade. Na casa onde ela está há televisores com um símbolo estranho. Ao ir para fora, nossa personagem se depara com a rua vazia, porém nas janelas das casas vizinhas há pessoas com celulares nas mãos registrando cada passo que ela dava. A partir daí começa uma jornada para saber o que está acontecendo.

Durante todo esse tempo a mulher vai tendo flashes do seu passado e nele vemos a imagem de um homem e de uma criança que provavelmente é sua filha, pelo menos é o que nos dá a entender no começo. No meio do trajeto para descobrir o que está havendo, aparece um homem mascarado com uma touca que carrega o mesmo símbolo que aparecia nas TVs dentro da casa. Então, ele saca uma arma e começa a atirar em direção à mulher, ela corre pedindo ajuda, mas as pessoas só tiram fotos e filmam sempre distante dela. 

Na fuga, ela encontra dois jovens que a ajudam a despistar o mascarado, com eles ela fica sabendo que as pessoas da cidade sofreram um tipo de lavagem cerebral e por isso estão agindo daquela forma. Pra tentar mudar a situação eles precisam ir até o centro de transmissão chamado “White Bear” para destruir o local e libertar todos do controle mental.

O que não era esperado é que no final descobrimos que tudo não passa de um reality show e que o nome dessa mulher é Victoria Skillane, uma assassina perigosa que está condenada, juntamente com seu noivo, pelo assassinato de Jemima. Que por sinal são os personagens que aparecem em seus flashes. O noivo de Victoria, o Iain, se matou antes do julgamento e ela foi sentenciada a passar diariamente na busca pela sobrevivência dentro desse reality show. 

Estamos vivendo em tempo de voyeurismo e de grande sensacionalismo também. Na série, a condenação não foi o suficiente, foi preciso fazer um show expondo ainda mais o problema. Isso provoca emoções nas pessoas e influencia seu modo de pensar. Era o que estava acontecendo com o publico retratado ali, e é o que acontece na realidade. 

A sensação que tive no final foi de medo, de verdade. Medo porque a nossa realidade não é muito diferente, na verdade o que diferencia é a forma como o voyeurismo é realizado. As pessoas são diariamente assediadas pela mídia, pelas câmeras dos celulares e pelos olhares julgadores. A partir do momento em que colocam o celular na mão de uma pessoa, ela já se acha dona da verdade e influencia os mais fracos. E podemos interpretar dessa forma a mensagem passada nesse episódio.

Roteiro genial, escrito por Charlie Booker, Black Mirror nos chama para refletir sobre a sociedade. Cada detalhe é importante para o quebra-cabeça dessa história. Vale dizer também que ao assistir, me lembrei do filme O Show de Truman, estrelado por Jim Carrey, que por sinal gosto muito. A mensagem passada nos dois é parecida e nos remete a grandes reflexões.
Episódio 2
Temporada 2
Black Mirror

Bruna Domingos
This entry was posted in

1/15/2017

10 bibliotecas conhecidas no mundo

Sabemos que todo amante da leitura adora conhecer e estar em uma boa biblioteca, pensando nisso resolvemos curiar algumas das melhores bibliotecas do mundo. Confira abaixo 10 das mais famosas!

1- Biblioteca do Congresso: Com mais de 30 milhões de livros, a biblioteca do congresso é uma das mais importantes e mais antiga biblioteca dos Estados Unidos. Considerada uma das maiores do mundo, ela se localiza no Distrito de Columbia.


2- Biblioteca Marciana: Fundada no século XV, a Biblioteca Marciana (biblioteca de São Marcos) se localiza em Veneza e é uma das maiores da Itália. Com milhares de livros e manuscritos ela enriqueceu graças as inúmeras doações recebidas desde a fundação.


3- Biblioteca Pública de Boston: A primeira biblioteca municipal dos Estados Unidos, a Biblioteca Publica de Boston foi fundada em 1848, abriga mais 20 milhões de livros e manuscritos raros. Ela também é conhecida por sua beleza e sua grandiosidade em relação á sua sala de leitura.


4- Biblioteca de Abadia de Admont: Fundada em 1074, essa é a maior biblioteca monástica do mundo, com mais de 70 mil livros e mais de mil manuscritos. Ela se localiza na região central da Áustria.


5- Biblioteca do Parlamento: Fundada no século XVIII, possui mais de 600 mil exemplares, apesar de boa parte de sua coleção ter sido destruída em 1906 por um incêndio ocorrido em seu prédio original. A Biblioteca do Parlamento se localiza mais especificamente em Ottawa, Canadá.


6- Real Gabinete Português de Leitura: Esta biblioteca foi fundada em 1837 no Rio de Janeiro, possui mais de 300 mil exemplares e tem como uma de suas características andares que parecem labirintos.


7- Biblioteca Apostólica Vaticana: Fundada por Nicolau V em 1450, essa biblioteca é a mais antiga da Europa. Além de possuir mais de 1 milhão de livros, ela também tem em sua coleção a bíblia mais antiga do mundo. Suas coleções de manuscritos são divididas por língua e seus códices são sequencialmente numerados.


8- Biblioteca da Universidade de Delft: Aparência moderna e luz natural são umas das características dessa biblioteca. É um edifício sustentável construído em 1997 no oeste dos Países Baixos.


9- Biblioteca Publica de Vancouver: Com 8 milhões de livros, essa é a terceira maior biblioteca do Canada. Foi inaugurada em 1995 e é bastante conhecida por seu projeto sustentável e seu telhado ecológico, criado pela paisagista Cornelia Oberlander.


10- Sala de Leitura do Museu Britânico: Essa sala existe desde 1857, ela se encontra dentro de um dos maiores museus do mundo, e além da sua admirável arquitetura, ela guarda as maiores coleções. Karl Marx foi uma das pessoas importantes que já utilizou essa sala.


Bruna Domingos